quinta-feira, 18 de abril de 2013

Cid Gomes diz que Anthony Garotinho é insignificante e não tem credibilidade

Cid Gomes (PSB)

O governador do Ceará, Cid Gomes, esteve em Brasília para voltar a fazer carga contra aqueles que lhe acusaram de fazer espionagem com recursos públicos contra o seu desafeto político no Ceará, o ex-deputado Roberto Pessoa, presidente de honra do Partido da República.

Em visita à Câmara Federal para contato com correligionários do PSB, a Política Real o questionou porque não tinha demandado no Conselho de Ética da Câmara Federal contra o líder do PR, deputado Anthony Garotinho(RJ), como decidiu fazer contra o deputado Eudes Xavier(PT-CE) que fez a denúncia, inicialmente, da tribuna do plenário Ulysses Guimarães.  Garotinho fez a denúncia no mesmo tom contra Cid.

“ O Garotinho não tem credibilidade. É um tipo insignificante.  Ele já contaminou a defesa ao dizer que o fazia a pedido do presidente do PR no Estado(Ceará)”, disse, enfurecido.

Cid disse que demandou contra Eudes Xavier, a partir de uma representação assinada pela Executiva Nacional do PSB, pois o petista é um deputado federal do Ceará, “ não que ele tenha alguma credibilidade”, disse.

Cid Gomes informou que estava convencido de que as investigações irão chegar  no ex-deputado Roberto Pessoa, que ele evitava falar o nome.  Ele informou que iria encaminhar, ainda hoje, no Ministério da Justiça um pedido de investigação federal sobre o caso, pois ele disse que agora, independente da Câmara Federal agir, ele quer esclarecimentos.  “ Se não vier daqui, quero que venha de lá”, disse Cid, dando sinais que teme que a Câmara não leve adiante o pedido de abertura de processo por quebra de decoro parlamentar contra Xavier.

Nenhum comentário:

Postar um comentário