sábado, 6 de abril de 2013

Gestores da URCA, Fecli e Fatec se reúnem em Fortaleza para planejamento de licitação dos móveis da “cidade universitária”

Diretores da URCA, Fecli e coordenadores visitam obras
Dentro do propósito de união entre as universidades em Iguatu, onde funcionarão a URCA, Fecli e Fatec, na “Cidade Universitária”, que já está em obras, o professsor Ivo Ferreira, Diretor da URCA em Iguatu, professora Eduarda Rodrigues, Diretora Acadêmica da URCA e professor Ricardo, Diretor da FECLI, Unidade da UECE em Iguatu vem se reunindo pelo menos uma vez por semana, desde o início de março na Secretaria de Ciência e Tecnologia, compondo com integrantes da SECITECE , grupo de trabalho com o objetivo de fazer o planejamento para a licitação dos móveis, equipamentos e acervo bibliográfico que serão destinados ao Campus Multiinstitucional, denominada de “Cidade Universitária”, quando estiver pronta.
 
Para embasar o trabalho os diretores das instituições estiveram presentes no último dia 04 de abril, no canteiro de obras para verificar o andamento da obra. O engenheiro responsável da Construtora Granito S/A, Dr. Oriá recepcionou a comitiva, afirmando que mais de 50% da obra já está concluída e até o início de 2014 deverá está pronta.
 
De acordo com o diretor da Unidade da URCA de Iguatu, "os recursos para a conclusão estão assegurados pelo Governo do Estado e a expectativa da comunidade acadêmica pela conclusão é enorme”.
 
Para o diretor da FECLI, professor Ricardo Rodrigues, “as reuniões semanais em Fortaleza estão sendo bastante proveitosas e que terão continuidade na semana que vem. O planejamento é intenso e o nosso desejo é que a obra termine o mais rapidamente possível e o Governo do Estado proceda com a mesma rapidez na licitação dos equipamentos, para evitar qualquer atraso na transferência das instalações em 2014”, afirmou Rodrigues.
 
A estrutura que está sendo construída e que vai abrigar as três instituições, ganhou o nome de “Cidade Universitária” onde a obra em construção está sendo realizada na área onde funcionava a antiga CIDAO-Companhia Industrial de Beneficiamento de Algodão e Óleo. O campus multiinstitucional teve iniciada a sua construção em novembro de 2009, num orçamento inicial de R$ 16 milhões. Atualmente 60% dos serviços já foram executados.

Nenhum comentário:

Postar um comentário