terça-feira, 30 de abril de 2013

Prefeito de Meruoca cassado terá que pagar por gastos com nova eleição

Prefeito de Meruoca

A Justiça Eleitoral, em parceria com a Advocacia-Geral da União (AGU), entrará com uma ação contra o prefeito eleito em Meruoca, João Coutinho Aguiar Neto (PT), cuja má conduta levou à realização de uma nova eleição no município.

O petista foi eleito em 2012 com 58,9% dos votos, mas foi enquadrado na Lei da Ficha Limpa e não pôde assumir o cargo.

Uma eleição é convocada sempre que o candidato eleito, com mais de 50% dos votos, tem o registro negado ou quando é cassado do cargo por alguma irregularidade. Desde o ano passado, a Justiça passou a entender que esses políticos são responsáveis pelos prejuízos causados pela organização de um novo pleito, por isso devem arcar com os gastos da nova eleição.

Ao todo a Justiça Eleitoral irá cobrar o ressarcimento de R$ 1,3 milhão, de 34 prefeitos cassados no país. Desse total, Meruoca e mais cinco cidades ainda irão realizar um novo pleito.

Com data já definida, os eleitores de Meruoca voltam às urnas para escolher um novo prefeito, no próximo domingo (5).

Nenhum comentário:

Postar um comentário