sábado, 27 de abril de 2013

Secretaria de Educação de Iguatu realiza curso de formação para professores sobre PNAIC

O prefeito Aderilo marcou presença no encontro



Aconteceu no sábado, dia 20 de abril, no auditório da FECLI-Faculdade Ciências e Letras de Iguatu, um importante encontro de professores e orientadores pedagógicos, no Curso de Formação do Pacto Nacional de Alfabetização na Idade Certa (PNAIC). A capacitação aconteceu das 8h às 17h. 

Participaram desta capacitação mais de 100 profissionais da rede municipal de ensino de Iguatu que faz parte do Pacto junto ao Ministério da Educação (MEC). São professores e orientadores pedagógicos alfabetizadores de turmas de 1º, 2º e 3º anos do ensino fundamental e de classes multisseriadas.

Durante a abertura do encontro feita pela secretária de Educação, Benildes Uchoa, foi dada as boas vindas a todos os participantes e na oportunidade o prefeito de Iguatu, Aderilo Alcântara fez questão de marcar presença e conversar com os professores onde ele parabenizou pelo trabalho feito por eles no processo de aprendizagem dos alunos do município e ao mesmo tempo enfatizar o compromisso dos profissionais da educação de Iguatu.  

Alfabetização

Aderilo parabenizou os professores pelo desempenho
O Pacto Nacional pela Alfabetização na Idade Certa é um compromisso formal assumido pelos governos federal, do Distrito Federal, dos estados e municípios de assegurar que todas as crianças estejam alfabetizadas até os oito anos de idade, ao final do 3º ano do ensino fundamental.

Aos oito anos de idade, as crianças precisam ter a compreensão do funcionamento do sistema de escrita; o domínio das correspondências grafofônicas, mesmo que dominem poucas convenções ortográficas irregulares e poucas regularidades que exijam conhecimentos morfológicos mais complexos; a fluência de leitura e o domínio de estratégias de compreensão e de produção de textos escritos.

Aderilo com a equipe da SEDUC/Iguatu
As Ações do Pacto são um conjunto integrado de programas, materiais e referências curriculares e pedagógicas que serão disponibilizados pelo Ministério da Educação e que contribuem para a alfabetização e o letramento, tendo como eixo principal a formação continuada dos professores alfabetizadores. As ações apoiam-se também na contrução de materiais didáticos e pagógicos, avaliações, controle social e mobilização.

No encontro os orientadores participaram de oito horas de formação. Entre as atividades propostas estão reflexões e discussões sobre o objetivo do curso, leituras de livros, leituras compartilhadas, elaboração de materiais sobre o conceito de alfabetização, entre outros assuntos.

Nenhum comentário:

Postar um comentário