sábado, 13 de abril de 2013

Secretários de Saúde do Nordeste questionam a qualidade da água abastecida pelos carros-pipas


A seca que atinge os estados nordestinos provoca impactos na saúde da população. O problema é relacionado, principalmente, à má qualidade da água distribuída e à alimentação - devido à perda de produção agrícola e de rebanhos. 

Segundo o coordenador de Promoção e Proteção à Saúde da Secretaria da Saúde do Ceará (Sesa), Manoel Fonsêca, 70% da água distribuída em carros-pipa são contaminados. Preocupa também a água retirada de poços profundos. 

O secretário-executivo do Conselho Nacional dos Secretários de Saúde (Conass) e ex-secretário da Saúde do Ceará, Jurandir Frutuoso, cita ainda o aumento de infestações, verminoses e de casos de dengue (devido ao armazenamento de água de maneira descuidada em recipientes) como reflexos da seca na saúde. O assunto foi pauta de encontro entre os secretários da Saúde de estados nordestinos, ocorrido ontem, em Fortaleza. Fonte: O Povo

Comentário do Blog: No município de Iguatu, o abastecimento dos carros-pipas para as regiões afetadas é feito através do SAAE-Serviço Autônomo de Água e Esgoto levando até a comunidade, água potável, tratada e de qualidade.  

Nenhum comentário:

Postar um comentário