sexta-feira, 31 de maio de 2013

Aderilo Alcântara, prefeito de Iguatu participa de reunião da UPECI


Prefeito Aderilo conversa com os agropecuaristas
Cumprindo uma agenda intensa nesta última terça-feira (28), o prefeito de Iguatu, Aderilo Alcântara esteve no auditório do SEBRAE para uma importante reunião com os associados da UPECI-Unidade Pecuária de Iguatu. O evento contou com membros da diretoria da UPECI, do secretário de Agricultura e Pecuária do município, Dr. Marcone Sampaio, de agropecuaristas da região de Iguatu e o gerente geral da agência do Banco do Brasil.

Na oportunidade a UPECI apresentou aos participantes, uma empresa do Rio Grande do Sul, no foco da tecnologia da irrigação por pivô central como alternativa de qualidade na irrigação para formação de pastagens. Foi feita também uma apresentação pelo secretário municipal de agricultura, uma pesquisa feita na região em função da perca de rebanho por conta da estiagem. onde segundo ele relata que no municípío, a perca chegou a 20% durante a estiagem. Percentual menor foi verificado pelos associados da UPECI que detem um maior conhecimento do setor por conta do trabalho realizado pela entidade.

A reunião da UPECI conseguiu reunir muitas pessoas 
O agropecuarista Marcos Moreno apresentou um estudo feito no setor hidrográfico do município assinalando o potencial hídrico da região o que pode ser um facilitador para o desenvolvimento da cadeia produtiva de leite em Iguatu e aproveitou a oportunidade para solicitar do prefeito Aderilo agilidade no projeto de interligação das lagoas de Iguatu e, para isso, sinalizou apoio, se prontificando a participar de uma comissão que poderia ser formada para buscar apoio no Governo do Estado.

Por outro lado, o prefeito Aderilo Alcântara enfatizou a importância do evento e se prontificou a apoiar o setor da pecuária indo em busca de soluções para resolver a quiestão de projetos de viabilidade produtiva para o segmento, bem como ir em busca de apoio para o projeto de interligação das lagoas e falou sobre sua luta para trazer uma unidade da EMBRAPA para Iguatu. "É preciso que todos nós possamos unir forças e entrarmos nessa luta em busca de novas tecnologias para o setor produtivo da pecuária e agricultura porque ao meu ver, sem o uso da tecnolgia, as coisas tendem a ser mais difíceis para se produzir melhor e com mais qualidade", afirmou Aderilo.

Nenhum comentário:

Postar um comentário