sábado, 18 de maio de 2013

Defesa Civil do Estado realiza capacitação para os municípios sobre abastecimento de água no interior




Edileuza, coordenadora de Defesa Civil de Iguatu
Foi realizada na manhã de segunda-feira (13), no CEC-Centro de Eventos do Ceará, uma capacitação para representantes de mais de 130 municípios que se fizeram presentes. O município de Iguatu enviou duas pessoas para representar o município que esteve representado pela coordenadora de Defesa Civil, Edileuza Pereira e Celismara Araújo, servidora da Defesa Civil. 

A programação do evento foi cumprida por toda a manhã de segunda-feira com várias palestras direcionadas para a temática da Defesa Civil. Uma das palestras, ministrada pelo Cabo Paiva Junior, da coordenação estadual da Defesa Civil, é especialista em situação de desastres e abordou o assunto para os participantes conceituando o tema. Para ele, “o Brasil possui um sistema de classificação considerado bastante completo, pois abrange diversos critérios e, para cada critério, é capaz de incluir todos os desastres de forma lógica. Os desastres naturais cíclicos, como as inundações em todo o país e a seca na região do Nordeste, além de um crescente aumento dos desastres de origem humana, tem provocado grandes sofrimentos. O Ceará é acometido por desastres predominantemente relacionados às chuvas, seja pela sua intensidade, provocando inundações, seja pela sua ausência, configurando estiagens ou secas”, afirmou Paiva Jr. 
Mais de 130 municípios estavam presentes

O objetivo do evento foi capacitar técnicos e gestores em proteção e defesa civil dos municípios para atuarem nas ações de preparação, resposta e recuperação de cenários a partir dos meios técnicos e legais. Fundamentado numa linguagem padrão sobre conceituação e procedimentos a serem adotados frente a emergências e desastres, a difundir a legislação vigente, serve também de incentivo aos gestores a refletirem sobre a importância da gestão interdisciplinar para a elaboração e implantação de projetos.

A capacitação visa também a integração de todos os órgãos e setores afins para a construção de planos de contingência e preparar os gestores e agentes de defesa civil a utilizarem as novas ferramentas implementadas pelo Sistema Nacional de Proteção e Defesa Civil.

Nenhum comentário:

Postar um comentário