sexta-feira, 24 de maio de 2013

Propaganda antecipada pode gerar multa para Dilma Roussef e o PT

Dilma Roussef
O Ministério Público entrou com uma ação no Tribunal Superior Eleitoral (TSE) contra o Partido dos Trabalhadores (PT) e a presidente Dilma Rousseff por realizarem propaganda eleitoral antecipada para as eleições presidenciais do próximo ano. 

A vice-procuradora-geral eleitoral, Sandra Cureau declarou que o PT não deveria ter se precipitado durante o programa partidário da sigla, exibido no final do mês de abril e maio. Ela informou que durante a programação ocorreu uma pequena manifestação de uma suposta propaganda eleitoral.

Sandra Cureau solicita que o partido pague uma multa no valor entre R$ 5 mil ou R$ 25 mil. Ela ressalta também que poderá ser cobrado o valor equivalente do custo da propaganda eleitoral realizada pelo partido, caso o valor gasto com a propaganda seja maior do que a multa estipulada.

A procuradora entrou com o pedido de cassação do direito de transmissão de propaganda eleitoral do PT, no próximo semestre.

“O horário gratuito reservado ao Partido dos Trabalhadores não foi utilizado para a exposição dos programas partidários, mas para a promoção do nome e da imagem da pré-candidata Dilma Rouseff”, declarou Sandra Cureau.

A procurada solicitou ao TSE que a cobrança de multa ao PT e Dilma Rousseff seja em “grau máximo".

Nenhum comentário:

Postar um comentário