segunda-feira, 17 de junho de 2013

Aliados de dilma Roussef atribui vaias ao "jeito moleque" do torcedor brasileiro

Presidenta Dilma no estádio
Aliados e integrantes ao governo Dilma Rousseff (PT) entraram na defesa da presidente em relação as vaias de manifestantes, registradas no Estádio Nacional de Brasília Mané Garrincha, na abertura da Copa das Confederações, no último sábado (15).

O deputado federal e líder do PT na Câmara, José Guimarães, classificou a atitude como “um jeito moleque do torcedor brasileiro”, o petista ainda acrescentou que “qualquer político que fosse ao estádio e anunciasse o nome seria recebido da mesma forma".

Já o deputado e dirigente da Federação Paulista de Futebol (FPF), Vicente Cândido (PT-SP), observou que o "estádio não é ambiente para discurso, [pois] é um público arredio a político e acostumado a vaiar porque já faz isso com os times".

Mesmo com manifestações negativas, a assessoria do Palácio do Planalto confirmou que a presidente estará na final da Copa das Confederações, no Maracanã, Rio de Janeiro, em 30 de junho. No entanto, para evitar um novo ataque de apupas, apoiadores do governo avaliam que Dilma não deveria aceitar eventual convite para discurso ou até mesmo pedir para não aparecer no telão do Maracanã, no final do evento.

Em relação aos outros jogos, a presença de Rousseff foi cancelada. Ela não deverá estar presente nesta semana nas partidas do Brasil e México em Fortaleza, na quarta-feira (19), e no jogo entre Brasil e Itália, em Salvador, no sábado (22), nem nas semifinais. Essa decisão é uma forma de evitar nova exposição negativa de manifestantes.

Porém, Guimarães acredita não ser necessária tanta preocupação. "Não devemos perder o sono, foi algo contra a política em geral, não contra ela", avaliou.

Comentário do Blog: Analisando bem essa situação, as vaias não tem nada a ver com esse "jeito moleque" do torcedor brasileiro, nao! Essa justificativa não convence a ninguém e ser vaiada daquela forma como foi a presidenta já é motivo para que ela se preocupe. Com certeza essa sonora vaia tem algum resquício de insatisfação do povo brasileiro. Querer justificar esse ato como molecagem de torcedor é, no mínimo, falta de criatividade ou falta de justificativa.

Nenhum comentário:

Postar um comentário