domingo, 9 de junho de 2013

Governo Federal: Aeroporto de Iguatu será beneficiado com obras de recuperação em 2014

Aeroporto de Iguatu
O Aeroporto Regional de Iguatu só deverá ser reformado em 2014. A previsão é da Secretaria de Aviação Civil (SAC), que deverá realizar nos próximos meses um estudo detalhado sobre os investimentos necessários e na elaboração dos projetos de engenharia, em cada um dos 270 aeroportos incluídos no Programa Federal de Auxílio a Aeroportos (PROFAA). Estão previstos investimentos em mais de R$ 7,3 bilhões de reais na expansão da aviação nacional.

No Ceará, nove municípios serão beneficiados com obras de reforma e ampliação, com investimentos estimados em aproximadamente R$ 363 milhões de reais. Serão reformados os aeroportos de Jijoca de Jericoacoara, Itapipoca, Sobral, Canindé, Aracati, Quixadá, Crateús, Iguatu e Juazeiro do Norte. Na região Centro Sul, a cidade de Iguatu dispõe de aeroporto com pista em asfalto, balizamento noturno, em boas condições para pousos e decolagens de aeronaves de pequeno e médio porte de até 30 passageiros, embora não tenha vôos comerciais.

De acordo com a Diretora de Gestão do PROFAA, Fabiana Todesco, é preciso primeiramente elaborar os projetos, e só então começarão a ser contratadas as empresas para construir ou reformar os terminais, pistas e outras instalações. Os editais têm de estar na rua até o fim de julho, para observar as restrições da legislação eleitoral. "Estamos investindo na qualidade dos projetos. É melhor consumir um pouco mais de tempo no planejamento da obra, pois é uma garantia contra eventuais problemas com o Tribunal de Contas da União (TCU), que analisará o programa”, argumentou.

O Fundo Nacional de Aviação Civil (Fnac), de onde sairão os recursos para os aeroportos regionais e para investimentos a cargo da Infraero, será administrado pelo Banco do Brasil, conforme decreto assinado pela presidente Dilma Rousseff, nesta quarta-feira (5). A medida contrariou os parlamentares do Norte e Nordeste, que incluíram na MP 600, que regulou o Fnac, a possibilidade de os recursos serem administradas pelo Banco do Nordeste ou Banco da Amazônia. Fonte: Iguatu Notícias

Nenhum comentário:

Postar um comentário