quarta-feira, 5 de junho de 2013

Não foi dessa vez! Henrique Alves cancela viagem e Joaquim Barbosa não assumirá a presidência da República

Barbosa poderia ter assumido a presidência
Com viagem marcada de Dilma Rousseff (PT) e seus três sucessores imediatos ao exterior nos dias 10 e 11 deste mês, o presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), Joaquim Barbosa, esteve perto de assumir a presidência da República durante os dois dias. Essa possibilidade, no entanto, foi abortada na noite desta segunda-feira, 3, após o presidente da Câmara dos Deputados, Henrique Eduardo Alves (PMDB-RN), desistir de viagem à Rússia programada há muito tempo. 

A ação evita que Joaquim Barbosa, crítico barulhento do Congresso, assuma o comando do Executivo, ainda que por apenas dois dias. Na segunda-feira, a embaixada brasileira em Moscou foi avisada que a viagem do presidente da Câmara deve ser cancelada.

Dilma Rousseff deve embarcar para Portugal no próximo sábado, voltando para o País apenas na terça-feira. Ela participa das comemorações do Ano do Brasil em Portugal, que visa promover a integração cultural entre os dois países. Já o vice-presidente Michel Temer (PMDB) segue na terça-feira para um roteiro pela Europa, que inclui Hungria, Inglaterra e França. Ele fica fora de Brasília até dia de 12 de junho. 

O terceiro na linha sucessória é o presidente do Senado Renan Calheiros (PMDB), que também estará em Portugal entre 5 e 11 de junho. A última vez que o presidente do STF assumiu a Presidência foi em 2006. Na época, a ministra Ellen Gracie assumiu interinamente o cargo de Luiz Inácio Lula da Silva.

Nenhum comentário:

Postar um comentário