quarta-feira, 5 de junho de 2013

Policia Civil e Ministério Público realizam operação em Quixadá e vice-preeito, primeira dama e servidores são afastados

Operação em Quixadá
O vice-prefeito de Quixadá, Weliton Queiroz, e outros 22 gestores e servidores do Município foram afastados na manhã desta quarta-feira, 5, em decorrência da operação “Miragem”, deflagrada pelo Ministério Público do Ceará (MP-CE) e Polícia Civil do Estado. Os afastados são acusados de fraudes em licitações ocorridas ainda neste ano, no valor total de R$ 15,6 milhões. 

Ao todo, foram cumpridos 29 mandados de busca e apreensão, espalhados entre os municípios de Quixadá, Fortaleza, Russas e Morada Nova.

Além do vice de João da Sapataria (PRB), foram afastados a primeira-dama e secretária de Desenvolvimento Social, o procurador-geral do Município e diversos outros secretários. Segundo o MP-CE, investigações da operação verificaram “vícios graves” nos processos licitatórios, que fraudariam a competitividade dos certames.

Nenhum comentário:

Postar um comentário