domingo, 16 de junho de 2013

Polícia Militar de Brasília prende manifestantes duranta a abertura da Copa das Confederações

Manisfestantes em frente ao estádio
A Polícia Militar (PM) do Distrito Federal informou que oito manifestantes foram presos em frente ao Estádio Nacional Mané Garrincha. Os policiais usaram bombas de gás lacrimogêneo e balas de borracha para tentar dispersar os manifestantes.

A entrada de torcedores ocorria de maneira tranquila, quando manifestantes tentaram se aproximar do estádio. Não havia cordão de isolamento da polícia no local, a Tropa de Choque usou bombas de gás e disparou tiros de borracha para dispersar os manifestantes. Algumas pessoas, entre elas manifestantes, foram atingidas no tórax e na cabeça, conforme presenciou a reportagem da Agência Brasil. Segundo a PM, quatro policiais das Rondas Ostensivas Táticas Móveis (Rotam) foram feridos com pedradas.

Apesar de ter ocorrido próxima de torcedores, o chefe da Comunicação Social da Polícia Militar, Zilfrank Antero, disse que ação policial foi natural e necessária. "Eles [manifestantes] não obedeceram ao uso progressivo da força. A polícia está aqui para garantir a ordem", disse, enquanto o confronto ocorria.

De dentro do estádio, locutores pediam que os torcedores continuassem nas filas e no processo de revista para entrar no estádio. A polícia ainda está usando bombas de gás, de efeito moral e balas de borracha para afastar o protesto, que é contrário ao uso de recursos públicos na Copa das Confederações. Fonte: Agência Brasil

Nenhum comentário:

Postar um comentário