quinta-feira, 13 de junho de 2013

Presidente da APRECE Adriana Pinheiro sinaliza que Previdência própria em Iguatu é viável

Adriana Pinheiro (APRECE)
Projeto de lei de Nº 035/2013, de autoria do executivo municipal, que institui a previdência dos servidores públicos do município de Iguatu, deu entrada na Câmara Municipal, nesta terça-feira (11). O projeto tem gerado polêmicas em alguns meios de comunicação do município e na bancada de oposição da Câmara, que diz que o projeto não é bom para os servidores públicos municipais.

E enquanto os vereadores de oposição fazem campanha contra a aprovação do projeto, tentando passar para os servidores uma ideia totalmente distorcida do projeto e de seus benefícios tanto para a Prefeitura como para os servidores públicos, a presidente da Associação dos Prefeitos do Ceará (Aprece), Adriana Pinheiro (PSB), se manifesta a favor da mudança. Ela enumera alguns benefícios para os servidores, tais como: recebimento de aposentadoria integral; diminuição no percentual de contribuição previdenciária de 22% para 13%, além da aposentadoria integral, ou seja, o servidor irá receber o benefício muito maior que o do INSS.

Ainda segundo Adriana Pinheiro, a mudança de regime previdenciário é recomendado pela própria Aprece e também pena Confederação Nacional dos Municípios (CNM), em Brasília. "Eu acho que a melhor opção é pela aprovação do projeto, pois o fundo de previdência própria veio para ajudar o servidor municipal", avaliou. Fonte: Iguatu Notícias

Veja abaixo o audio da Presidente da APRECE, Adriana Pinheiro:


Nenhum comentário:

Postar um comentário