terça-feira, 18 de junho de 2013

Servidores vão à Câmara e Aderilo Alcântara confirma retirada de projeto da Previdência Própria

Manifestantes lotaram as galerias da Câmara
Na sessão da Câmara Municipal de Iguatu-CE, desta terça-feira (18) foi grande a movimentação de servidores, estudantes e sindicalistas. Durante a sessão, o presidente da Câmara, Bandeira Jr, leu o ofício enviado pelo Poder Executivo, onde tratava da retirada do projeto de lei Nº 035/2013 da Previdência Própria. 

A partir dessa determinação, o projeto deixa de existir e assim, o prefeito Aderilo Alcântara, mostra sua humildade e reconhece que o referido projeto não entrou em consenso com a categoria dos servidores públicos. Aderilo foi sensível à situação e resolveu extinguir o processo que tratava da Previdência Própria do Município.

Os servidores temiam que o projeto de Previdência Própria aplicado no município não surtisse o efeito desejado e resolveram ir à Câmara sensibilizar os parlamentares. Aconteceu ainda uma audiência pública para debater com os servidores, mas não foi possível chegar a um consenso e houve muito tumulto durante a audiência. 

O sistema de Previdência Própria tem sido utilizado em vários municípios do país onde alguns deles tem obtido sucesso e outros tem deixado muito a desejar no gerenciamento dos recursos da previdência própria. 

Após a leitura do ofício e constado em ata da sessão, o projeto foi extinto e os servidores aprovaram essa iniciativa do Poder Executivo já que o a partir dessa tomada de decisão, sindicalistas, servidores e participantes da manifestação aplaudiram a iniciativa do prefeito Aderilo Alcântara. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário