quarta-feira, 31 de julho de 2013

Fortes geadas no sul do país pode afetar preços de produtos aqui no Ceará

A geada prejudicou a lavoura no Sul
Em decorrência das baixas temperaturas e geadas que, nos últimos dias, atingiram lavouras da região Sul do País, o consumidor cearense deverá perceber, nas próximas semanas, o aumento no preço de alguns produtos oriundos daquela região, como maçã, uva, batata inglesa, repolho e feijão. Para o analista de mercado da Central de Abastecimento do Ceará S/A (Ceasa), Odálio Girão, a variação no preço da maçã nacional, produzida majoritariamente nos estados do Rio Grande do Sul e de Santa Catarina, pode chegar a 15% e 20% a partir da segunda quinzena de agosto.

Já o preço do feijão carioquinha, de acordo com Girão, poderá subir até 10%, já que mais de 70% da produção nacional está concentrada no Paraná. “A grande geada que atingiu o sul do País provocou a queima completa de alguns pomares, afetando macieiras e parreiras”, ele diz. “Para a maçã, o impacto será imediato”.

Em relação a uva, no entanto, Girão diz que o impacto para o cearense não deve ser significativo porque o estado também é abastecido pela produção da região do Vale do Rio São Francisco. Entre outros produtos cujos preços também serão impactados, Girão destaca a pera, o pêssego, a nectarina, a ameixa, o repolho e a batata inglesa. Ele acredita que o preço desta última, porém, não deve ter aumento significativo pois é produzida também na Bahia. Fonte: O Povo

Nenhum comentário:

Postar um comentário