sábado, 17 de agosto de 2013

Fórum apresenta Programa Rede Cegonha a autoridades de Saúde de Iguatu


O prefeito Aderilo fez a abertura do evento 
O município de Iguatu sediou nesta quinta-feira (15), no Salão Nobre do Instituto Federal, Unidade Areias, o I Fórum Regional da Rede Cegonha que foi aberto às 09h pela Coordenação da 18ª Coordenadoria Regional de Saúde e contou com a presença do prefeito de Iguatu, Aderilo Alcântara, Dr. Policarpo Barbosa, médico e coordenador das Coordenadorias Regionais de Saúde além da Coordenadora de Políticas e Atenção à Saúde, Vera Maria Câmara Coelho e demais autoridades além de prefeitos da região Centro Sul. 

O evento foi aberto com uma palestra ministrada por Vera Coelho que fez uma apresentação sobre a Rede Cegonha no Ceará. Em seguida foi apresentado o tema numa outra palestra abordando a situação epidemiológica da mortalidade materna no Ceará, ministrada pela técnica da Coordenadoria de Promoção e Proteção à Saúde da Sesa, Socorro Ramos. 
Rede Cegonha vai proporcionar melhoria às gestantes 
O fórum foi finalizado às 16h onde foi apresentada a nova composição do Comitê Regional de Prevenção ao óbito Materno, Infantil e Fetal e um estudo de caso com representantes de municípios que ocorreram casos de óbitos maternos em 2013.

A Rede Cegonha é uma rede de cuidados que visa assegurar à mulher o direito ao planejamento reprodutivo e à atenção humanizada à gravidez, ao parto e ao puerpério, bem como à criança o direito ao nascimento e ao desenvolvimento saudáveis. A meta é cuidar bem da mulher e da criança desde a parte de saúde numa ação em rede com atenção básica e especializada até a prevenção contra a violência. 

A chegada da Rede Cegonha para Iguatu vem através do esforço, organização e do prestígio de Agenor Neto como prefeito na época e hoje do empenho e a dedicação do prefeito Aderilo Alcântara, onde o povo de Iguatu já começa a vislumbrar a chegada da UTI Neonatal contemplada nesse programa do Governo Federal.  

Os recursos para a implantação já estão assegurados e vem diretamente do Ministério da Saúde para reforma das salas de Parto Normal e para construção de uma Casa da Gestante no Hospital Regional, sem ter havido, portanto, nenhuma intervenção da esfera do Legislativo estadual. Iguatu, através do esforço da equipe da Secretaria de Saúde do município e do compromisso de Agenor Neto e Aderilo Alcântara conseguem assim realizar o sonho da população que é ter um atendimento adequado para a saúde de média e alta complexidade. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário