sábado, 3 de agosto de 2013

No Parque do Cocó os manifestantes denunciam despejo ilegal

Ambientalistas lutam em favor do parque
Grupo formado por seis manifestantes, que estão acampados no Parque do Cocó, estive na Defensoria Pública da União (DPU), na companhia de dois advogados da Rede Nacional de Advogados Populares (Renap), para denunciar tentativas de despejo por parte da prefeitura de Fortaleza.

Segundo o defensor público da união, Dinarte de Pascoa Freitas, as ações que estariam sendo realizadas são contra ao que determina o código de processo civil. A Defensoria Pública da União está encaminhando às autoridades, tanto à prefeitura de Fortaleza quanto ao comando da polícia
do Estado do Ceará, a informação de que caso venha se tomar qualquer medida em relação aos manifestantes no Parque do Cocó, que seja seguindo o que determina o código de processo civil, tanto com o prévio aviso aos manifestantes, como que ação seja realizada durante o dia.

Na última quarta-feira, 31, a informação de que a Guarda Municipal iria invadir a ocupação levou mais de 300 pessoas ao local. Há denúncias de que na madrugada desta sexta-feira, 2, doze viaturas da guarda municipal estiveram próximo ao acampamento. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário