sábado, 17 de agosto de 2013

Procurador Oscar Costa Filho diz que não concorda com resoluções apresentadas no impasse da ocupação do Cocó

Procurador Oscar Costa Filho
O procurador da República, Oscar Costa Filho, se exaltou durante reunião na tarde desta sexta-feira, 16, para discutir a pacificação de conflitos entre manifestantes e forças de segurança em relação à ocupação do Cocó.
Vários órgãos participaram da reunião, inclusive a Polícia Militar, representada pelo comandante Werisleik Matias. Oscar Costa Filho discordou de algumas resoluções apresentadas durante a reunião. 

Entre as recomendações estão: que os manifestantes só sejam retirados caso haja mandado judicial; que a desocupação não ocorra em fins de semana nem fora de horário comercial; que a operação seja realizada pela Polícia Militar e não pela Guarda Municipal e que a operação seja filmada.

Na avaliação se Oscar Costa Filho, isso seria um jeito de formalizar a repressão. "Não vou compactuar com isso", disse o procurador. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário