sábado, 21 de setembro de 2013

Após confusão, sessão da Câmara Municipal em Crateús termina na delegacia

No tumulto vereador Alesson ficou ferido 
Na noite desta quinta-feira (19), a sessão da Câmara Municipal de Crateús foi encerrada na Delegacia Regional de Polícia Civil (DRPC). Segundo informações, o motorista do prefeito Carlos Felipe, conhecido como Tony, teria ficado irritado com críticas feitas pelo vereador Antônio Luiz Júnior à atuação de sua esposa como assistente social. O vereador, segundo informações, afirmara, na tribuna da Casa, que a esposa de Tony teria obstado a utilização de ambulância de outro município para a condução de um corpo ao Instituto Médico Legal (IML), apesar de autorização expressa do secretário de Saúde.

Após o pronunciamento do parlamentar, segundo informações do também vereador Alesson Coelho (PSDB), Tony puxou Antônio Luiz para fora do Plenário na tentativa de agredi-lo. O vereador do DEM também teria reagido e lesionado Tony com um soco. Alesson saiu em defesa do colega e também foi agredido (veja fotos). Após a celeuma instalar-se, a sessão foi encerrada e os envolvidos foram prestar depoimento na DRPC.

De acordo com o vereador Alesson, Tony teria proferido graves ameaças tanto a ele quanto a seu colega Antônio Luiz. Ainda segundo Alesson, Tony teria se evadido do local com auxílio dos vereadores Paulo Teles (PCdoB) e Cleber Bonfim (PT). O vereador tucano também informou que a União dos Vereadores e Câmaras do Ceara (UVC) já foi comunicada do fato. Segundo ele, o presidente Aldairton (PR) não prestou qualquer solidariedade aos seus pares. Fonte: Texto e foto do Blog de Fabio Ripardo

Nenhum comentário:

Postar um comentário