domingo, 22 de setembro de 2013

O município de Iguatu é contemplado com o Programa Educando com a Horta Escolar e a Gastronomia do FNDE

Equipe de Iguatu participante do Programa
O município de Iguatu é contemplado com o Programa Educando com a Horta Escolar (PEHE), hoje denominado “Educando com a Horta Escolar e a Gastronomia - Formação de agentes para dinamização da alimentação escolar no espaço educativo a partir da gastronomia e sustentabilidade”. Para isso, a Secretaria de Educação enviou duas pessoas para participar de uma capacitação com duração de uma semana em Fortaleza-CE. Necy Costa, pedagoga e Paula Rejane Costa, nutricionista. Além da Educação, a Secretaria de Agricultura enviou o engenheiro Agrônomo, Mauricélio Rocha. 

O Programa Educando com a Horta Escolar (PEHE), foi instalado em 2004, por meio da cooperação entre o FNDE e a Organização das Nações Unidas para a Agricultura e a Alimentação (FAO), e aplicado em mais de 20 municípios. Foi elaborado com a intenção de contribuir para a melhoria dos hábitos alimentares dos escolares e da qualidade dos alimentos oferecidos nas escolas.

Os participantes de Iguatu e de outros municípios durante a capacitação
Em 2012, o FNDE passou a contar com a parceria do Núcleo de Referência em Gastronomia e Alimentação Regional do (CET/UNB), para revisar a metodologia, que resultou na incorporação de mais um campo de conhecimento: a gastronomia.

O objetivo do projeto é promover a educação de crianças, adolescentes e adultos de escolas atendidas pelo Programa Nacional de Alimentação Escolar (PNAE) e comunidades do seu entorno, utilizando as hortas escolares como ferramenta e eixo gerador da prática pedagógica na abordagem de temas sobre a alimentação nutritiva, saudável e ambientalmente sustentável.


Foram selecionados 300 municípios de todas as cinco regiões do Brasil. para isso aconteceu essa formação de agentes multiplicadores, nomeados pelos gestores dos municípios e estados participantes. Com o projeto aprovado, estados e municípios poderão permitir a valorização de ingredientes e receitas regionais, técnicas culinárias de preparo de alimentos, além de usufruir da experiência dos sabores e aromas, impactando positivamente na qualidade sensorial e na apresentação das refeições escolares.

O projeto no município de Iguatu ficará na coordenação da pedagoga, Necy Costa e também contará com a nutricionista Paula Rejane e o Agrônomo Mauricélio Rocha.  

De acordo com a secretária Benildes Uchoa, "foi com grande alegria que recebemos a notícia de que o município de Iguatu estava contemplado nesse projeto, onde participa pela primeira vez e é mais uma conquista e uma responsabilidade que resolvemos encarar. São muitos os critérios que os municípios tem que cumprir para fazer a adesão ao programa e hoje estamos incluidos no projeto e isso valeu pelo nosso esforço ao ver o trabalho de desenvolvimento do Programa de Alimentação colocado em prática e sendo utilizado como critério para a escolha de Iguatu nesse projeto", assinalou Benildes Uchoa.  

Nenhum comentário:

Postar um comentário