terça-feira, 22 de outubro de 2013

Senado aprova substitutivo que amplia tratamento contra o câncer

Com o apoio do líder do PMDB, senador Eunício Oliveira (CE), o senado aprovou nesta terça-feira (22) o substitutivo da Câmara ao Projeto de Lei do Senado (352/11), de autoria da senadora Ana Amélia (PP-RS), que inclui o fornecimento de remédios de uso oral contra o câncer entre as coberturas obrigatórias dos planos e seguros de saúde.

Ao encaminhar voto favorável, Eunício disse que a medida é um avanço importante na assistência ao paciente que acometido por grave doença “muitas vezes não tem condições de arcar com esses custos”, defendeu.

O projeto obriga os planos de saúde a custearem os medicamentos de uso oral, além de procedimentos de radioterapia e hemoterapia, para o tratamento domiciliar, desde que esses procedimentos estejam relacionados à continuação do atendimento prestado na rede hospitalar.

Vários senadores elogiaram a iniciativa da senadora Ana Amélia, ao ressaltar que a aprovação vencia um grande lobby contra a ampliação dessa cobertura.

A mobilização para pautar a matéria ficou mais intensa neste mês, devido ao ‘Outubro Rosa’, que é a campanha de conscientização realizada por diversos entes no mês de outubro dirigida a sociedade e as mulheres sobre a importância da prevenção e do diagnóstico precoce do câncer de mama. O texto segue agora para sanção da presidente Dilma Rousseff.

Nenhum comentário:

Postar um comentário