sábado, 22 de fevereiro de 2014

Agenor Neto concede entrevista na Rádio Liberdade e desmente fatos mentirosos do grupo de oposição de Iguatu

Agenor na Rádio Liberdade AM (Foto: Luiz Vasconcelos)
O líder político de Iguatu e vice-presidente do PMDB do Ceará, Agenor Neto esteve na Rádio Liberdade AM, no Programa A Hora do Povo deste sábado (22), onde foi entrevistado, falando para toda a região, durante mais de uma hora. O estúdio da rádio ficou lotado com os vereadores da bancada de situação como o presidente do Legislativo, vereador Antonio Bandeira Junior,o vice-presidente, Pedro Lavor, João Lázaro, Ronald Bezerra, Louro da Barra, Marciano da Rodoviária,além de secretários e amigos de Agenor Neto. 

Agenor Neto aproveitou o espaço da rádio para abordar variados assuntos, esclarecendo os verdadeiros fatos sobre a luta da implantação da Faculdade de Medicina em Iguatu, desmascarando as mentiras da deputada que se diz representante do povo que teve a desfaçatez de lançar um panfleto anônimo informando ao povo que ela, a "aprendiz de política" estaria lutando para trazer a faculdade para Iguatu através do governador Cid Gomes. Blefe total.  

Agenor Neto mostrou, durante a entrevista que aconteceram mudanças no edital do MEC logo após o município ter enviado toda a documentação exigida pelo edital. E essas mudanças nesse edital acabou prejudicando Iguatu por ter tido a oportunidade de adequar a documentação de acordo com as novas mudanças do referido edital, erro esse reconhecido pelo então ministro da Educação, Aluizio Mercadante. Esses foram os verdadeiros fatos, omitidos pela deputada que já havia participado de uma audiência pública no Crato quando ela empunhou a bandeira de luta pela faculdade de medicina para o município do Cariri, deixando os estudantes de Iguatu e região Centro Sul, a "ver navios". 

Outra mentira que o grupo "dos que não faz nada" de oposição saiu falando para a população foi a respeito do convênio do Hospital Regional com os Camilianos dizendo que a Prefeitura não havia repassado o recurso do convênio. Mais uma vez, Agenor Neto mostrou e provou com documentos que o contrato de convênio entre prefeitura e os camilianos determina que o prefeito Aderilo tem a obrigação de repassar os recursos aos camilianos até 48h após receber o referido recurso. Só que o Governo Federal e o Governo Estadual não repassaram o recurso do mês de dezembro de 2013 e nem do mês de janeiro de 2014. Fato este omitido proposital pela deputada, que sendo uma pessoa sem opinião formada, por que ela repete aquilo que o marido, dela, ex-político, expurgado da seara política do CE, quer que ela diga.  

Foi um momento importante onde Agenor Neto fez uma espécie de prestação de contas das suas ações como homem público e de prestígio em Brasília que vem lutando incansavelmente pelo município de Iguatu, ajudando ao prefeito Aderilo Alcântara nessa gestão. Mais uma vez esse grupo formado por pessoas nocivas à sociedade iguatuense, foi desmascarado querendo enganar o povo com mais mentiras que são colocadas no papel sem nenhum escrúpulo e a verdade veio à tona com o esclarecimento dos fatos.

Nenhum comentário:

Postar um comentário