sábado, 1 de fevereiro de 2014

Reunião com prefeitos do Consórcio Regional de Saúde debate exames da Policlínica


Aderilo, prefeitos e autoridades da Políclinica
Os membros do consórcio Público de Saúde da Microrregião de Iguatu (CPSMIG) estiveram reunidos nesta sexta-feira (31) para uma mais assembleia geral extraordinária.  A reunião acorreu no auditório da Policlínica Dr. Manoel Carlos de Gouveia, representada por oito cidades o encontro tinha como propósito debater e traçar novas diretrizes para o funcionamento pleno do equipamento.

A Policlínica começou a funcionar parcialmente desde sua inauguração no mês de dezembro do ano passado, com a oferta de exames de imagem e atendimento ambulatorial especializado para a população do centro sul. Até o momento em um relatório apresentado na reunião que contou com prefeitos e secretários da região já foram realizados mais de 593 atendimentos.

Reunião com explanações sobre o consórcio
O prefeito de Iguatu e presidente do CPSMIG Aderilo Alcântara, disse que o número de atendimentos ainda é pouco tendo em vista o potencial da unidade, “a policlínica exerce uma grande importância para a assistência aos moradores da região por isso todas as decisões são discutidas e votadas em assembleia. A demanda só tende aumentar gradativamente com a chegada de mais profissionais para compor com plenitude o quadro clinico”, afirmou.

O presidente do consorcio adiantou para a reportagem que na próxima segunda-feira está prevista o lançamento de um terceiro edital de inscrições para seleção que vai complementar o quadro de médicos especialistas da policlínica. Ainda foram pautadas na assembleia a prestação de contas pela comissão de licitações, o orçamento para esse ano, deliberação do processo seletivo do CEO, bem como os resultados alcançados.

A unidade é gerida por um consórcio de Prefeituras, o Governo do Estado participa com 40% do custeio mensal da policlínica e os 60% restantes são repartidos entre Iguatu, Acopiara, Cariús, Irapuan Pinheiro, Jucás, Mombaça, Piquet Carneiro, Quixelô e Saboeiro.

Nenhum comentário:

Postar um comentário