segunda-feira, 24 de março de 2014

Prefeitura de Iguatu realiza evento de abertura da Campanha de Combate à Tuberculose

Aderilo participou com profissionais da Saúde do evento


Como uma das doenças que mais causa morte por ano em todo o mundo segundo dados da Organização Mundial da Saúde (cerca de 1,3 milhão), a tuberculose ainda é desconhecida para muitas pessoas. Como forma de alertar a população sobre o assunto, foi aberta nesta dia 24 de março, no auditório do Hospital Regional de Iguatu, a Campanha de Combate à Tuberculose, em comemoração ao Dia Mundial de Combate à Tuberculose.

A Prefeitura Municipal, através da secretaria de Saúde de Iguatu tem uma vasta programação a ser cumprida durante toda a semana para levar informações bem como capacitar profissionais da área da Saúde. E durante a abertura da semana de ações, o prefeito Aderilo Alcântara esteve presente no evento que teve a participação da secretária de Saúde, Lana Karina e o secretário de Políticas Públicas, Dr. Joab Soares. 

Durante toda a manhã aconteceram palestras sobre funcinamento do SINAN, diagnóstico e tratamento da tuberculose e aspectos legais da tuberculose, além de vídeos sobre o tema. Durante toda a semana, as ações terão continuidade com atendimento aos garis, catadores de lixo e acontecerão exames para diagnóstico de casos de tuberculose. 

Atrás somente da Aids como a doença infecciosa que mais mata, conforme a OMS, a tuberculose possui no Brasil cerca de 70 mil novos casos registrados por ano. Especialistas apontam a desinformação como a principal causa da proliferação da doença. “Muitas pessoas ainda não sabem como é a doença, só sabem que ela é grave. Assim, as pessoas não buscam informação sobre o assunto e acabam obtendo uma visão muitas vezes equivocada e até mesmo preconceituosa”, afirmou o cirurgião torácico Armando da Veiga.

A tuberculose é uma doença curável em praticamente 100% dos casos novos, portanto quanto mais cedo o diagnóstico for feito, melhor para a saúde do paciente. Como forma de identificar precocemente a doença, reduzir os índices de mortalidade conscientizar a sociedade, um novo serviço para diagnóstico de tuberculose será instalado na rede municipal de saúde, o Teste Rápido Molecular para Tuberculose (TRM-TB), que é capaz de detectar em duas horas a presença do bacilo de Koch, transmissor da doença. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário