domingo, 13 de abril de 2014

Justiça do Trabalho de Iguatu implanta processo judicial eletrônico

Descerramento da placa de inauguração (Foto:Luiz Vasconcelos)
O Tribunal Regional do Trabalho da 7ª Região, com sede em Fortaleza, dá sequência à implantação do Processo Judicial Eletrônico da Justiça do Trabalho (PJe-JT), estendendo o sistema para Iguatu. A solenidade de implantação aconteceu nesta sexta-feira, 11, às 19h, na sede da Vara do Trabalho (Rua José de Alencar, s/n – Buji), e contou com a presença da Presidente do TRT-CE, desembargadora Maria Roseli Mendes Alencar; do prefeito de Iguatu, Aderilo Alcântara; dos desembargadores Plauto Carneiro, Regina Cláudia Cavalcante Nepumoceno e Durval César de Vasconcelos; do juiz titular do Fórum de Iguatu, Mateus Miranda Moraes, advogados, operadores do Direito e imprensa.

A ação inaugural foi protocolada pelo advogado e presidente da OAB-CE, Subseção Iguatu, Marco Antonio Sobreira. Após este ato a Exma. Desembargadora do Tribunal Maria Roseli Mendes Alencar, acompanhada de outras autoridades, descerrou a placa alusiva ao evento.

Para o prefeito de Iguatu, Aderilo Alcântara, a implantação do sistema de processo eletrônico na Vara do Trabalho de Iguatu é um marco para a história do município e da justiça, uma vez que a tramitação virtual dos processos trará maior celeridade e transparência, contribuindo para a melhoria na prestação jurisdicional para a sociedade. “É um avanço histórico, e com certeza vai facilitar a vida de milhares de pessoas que todos os anos buscam por seus direitos na justiça do trabalho”. finalizou Aderilo Alcântara.

Sob coordenação do Conselho Nacional de Justiça (CNJ), o PJe foi desenvolvido para pôr fim a tramitação dos autos em papel em todo o Poder Judiciário, com vistas a atender a Lei nº 11.419/2006, que prevê a implantação do processo eletrônico no Brasil. A Justiça do Trabalho está sendo pioneira na instalação do sistema, com suas funcionalidades específicas desenvolvidas pelo Conselho Superior da Justiça do Trabalho (CSJT), pelo Tribunal Superior do Trabalho (TST) em parceria com os Tribunais Regionais. Fonte:Site da Prefeitura de Iguatu/Texto: Luiz Vasconcelos

Nenhum comentário:

Postar um comentário