segunda-feira, 5 de maio de 2014

Queda de Dilma faz PT pensar em palanques unitários

Dilma Roussef
As quedas sucessivas nas pesquisas de intenção de voto da presidente Dilma Rousseff acenderam a “luz amarela” nos estrategistas de campanha da pré-candidata. O sentimento, agora, é tentar nos Estados um palanque unitário para a pré-candidata. O que não está fácil.

No Ceará, por exemplo, o Pros deverá ter candidatura própria ou apoiar um candidato petista, mas não contará com o PMDB, do pré-candidato ao Governo, Eunício Oliveira, quando inclusive o partido já entregou os cargos ao governador Cid Gomes.

“Onde isso não for possível, ter uma coordenação que permita, ao mesmo tempo, a campanha do nosso candidato majoritário no Estado conviver sem sectarismo com as candidaturas [de outros partidos] que apoiam Dilma, mas estão em confronto com a nossa candidatura”, comentou o presidente nacional do PT, Rui Falcão.

Nenhum comentário:

Postar um comentário