quarta-feira, 5 de novembro de 2014

Bispo de Iguatu D. João José Costa foi nomeado arcebispo coadjutor da Arquidiocese de Aracaju

Bispo D. João Costa (Foto: DN)
O bispo da diocese de Iguatu, dom João Costa, da ordem dos carmelitas, foi nomeado arcebispo coadjutor da Arquidiocese de Aracaju, em Sergipe, por decisão da Santa Sé.

O anúncio foi feito na manhã desta quarta-feira, dia 5, pelo próprio religioso, na residência episcopal, nesta cidade, na região Centro-Sul e causou surpresa e perplexidade entre religiosos e leigos.

De acordo com o documento assinado pelo Papa Francisco, o bispo tem 60 dias para assumir o cargo com direito à sucessão. A posse está prevista, inicialmente, para o próximo dia 4 de janeiro.

“É uma nova missão, um novo desafio que tenho pela frente”, disse dom João Costa, 55 anos. “Os religiosos estão a serviço da Igreja e vou seguir esse novo caminho com dedicação”.

A notícia causou surpresa entre religiosos e leigos que participam de grupos da Igreja Católica na diocese. O próprio bispo revelou surpreendido. “Não esperava”, disse. “Tenho muitos projetos encaminhados, como a conclusão da Casa da Irmã Dulce para acolher doentes e a unidade de abrigo de idosos”. O religioso agradeceu a acolhida que teve nesta diocese dos poderes públicos e dos católicos.

O primeiro bispo e emérito da diocese de Iguatu, dom José Mauro Ramalho, 89 anos, foi enfático: “É preciso obedecer ao desejo do Papa, mas espero que o novo bispo a ser nomeado para Iguatu atenda as nossas necessidades”.

O padre Afonso Queiroga disse que a maioria dos padres recebeu a informação com perplexidade. “E agora?”, teria perguntado cada um. “Nós sabíamos que um dia isso iria acontecer, mas não esperávamos que fosse agora”.

Dom João Costa é natural da cidade de Lagarto, mas antes de ser nomeado bispo era frade carmelita em Aracaju. Ele assumiu a diocese de Iguatu em abril de 2009. Foi o terceiro bispo, sucedendo dom José Doth, que renunciou por motivos de doença.  Fonte: DN

Nenhum comentário:

Postar um comentário