quarta-feira, 17 de dezembro de 2014

Câmara aprova aumento de salário para STF, parlamentares e Presidência

A Câmara dos Deputados aprovou nesta quarta-feira o aumento salarial para ministros do Supremo Tribunal Federal (STF), para o Procurador-Geral da República e para deputados e senadores. Caso o texto receba o aval do Senado Federal, eles passarão a ganhar R$ 33.763 por mês.

Os deputados também deram aval aos novos vencimentos da presidente Dilma Rousseff, do vice-presidente Michel Temer e de ministros de Estado, que a partir de 2015 receberão R$ 30.934,7 mensais, ou 15,76% a mais do que o valor atual (R$ 26.723,13). A matéria também precisa passar pelo Senado. O último reajuste para o comando do Executivo foi dado no final de 2010.

Os deputados e senadores recebiam mensalmente, também desde 2011, os mesmos R$ 26.723,13. Eles decidiram, no entanto, equiparar seus salários aos da cúpula do Judiciário e do Ministério Público Federal, cujos subsídios, que são o teto do funcionalismo público, estão hoje em R$ 29.462,25. O pleito dos ministros do Supremo, no entanto, era por uma atualização maior, de R$ 35.919,05.

Nenhum comentário:

Postar um comentário