sexta-feira, 20 de março de 2015

Dia de São José choveu pouco no interior do Ceará

Iguatu teve chuvas abaixo da média este ano 
O prognóstico da Fundação Cearense de Meteorologia e Recursos Hídricos (Funceme) é de que tenhamos poucas chuvas nesta quinta-feira (19), Dia de São José. Até ontem, choveu apenas 218 mm no primeiro trimestre de 2015. Para se ter uma ideia do que esse número representa, vale salientar que a média histórica para o período é de 432 mm. Isso significa dizer que, faltando 13 dias para o fim do mês de março, há um déficit de 216 mm, de quase 50%.

Fazendo uma análise mensal, temos o preocupante quadro: em janeiro, foi observado apenas 28,4 mm, quando a média histórica é de 98,7 mm. O chamado desvio foi de 71,2%. Em fevereiro, a situação melhorou um pouco: foram registrados pelos pluviômetros 98,2 mm. Historicamente, a média é de 127,1, ou seja, o desvio foi um pouco menor que o mês anterior, apenas 22,7 milímetros.

Em relação a março, o desvio atual é de 55,4%. Entretanto, faltam ainda 13 dias para fechar a conta. Foram observados 92,1 mm, diante de uma média histórica de 206,2mm.

Em todas as regiões, até agora, choveu menos do que a média histórica. Eis os números relativos ao primeiro trimestre de 2015: janeiro, Litoral de Fortaleza (88,7 mm), Maciço do Baturité (54mm) e Cariri (36 mm); fevereiro, Ibiapaba e Litoral de Fortaleza obtiveram o mesmo índice (142mm) e Litoral Norte (126 mm); março (parcial), Litoral Norte (153 mm), Litoral de Fortaleza (136,5 mm) e Litoral do Pecém (105,6 mm).

Vale destacar que, apesar de abaixo da média, as precipitações registradas em fevereiro, de 142 mm, no Litoral de Fortaleza e na Ibiapaba, se aproximaram bastante da média história, que é, respectivamente, de 145,8 mm e 145,7 mm.

A Fundação vai renovar o prognóstico sobre o dia 19 hoje, para apresentar um quadro mais preciso ainda. Conforme o meteorologista David Ferran, a ausência ou diminuição das precipitações nos últimos dias deveu-se à aproximação do sistema Vértice Ciclônico de Altos Níveis, que afastou a Zona de Convergência Intertropical (ZCI), responsável pelas chuvas do Ceará, para o Hemisfério Norte.

Nenhum comentário:

Postar um comentário