quinta-feira, 26 de março de 2015

Dilma se reúne com governadores do Nordeste e promete priorizar obras contra seca

A presidente Dilma Rousseff (PT) se reuniu, ontem, com os nove governadores do Nordeste, em Brasília, e afirmou que vai priorizar obras federais em andamento, principalmente as que são relacionadas à seca. No Ceará, entra no rol de prioridades, segundo o Governo do Estado, a obra do Cinturão das Águas. Os gestores estaduais, após alinharem a pauta de cobrança em reunião horas antes, cobraram investimentos do Governo Federal.

Entre os itens prioritários, os governadores pediram a liberação de linhas de financiamento de crédito, a continuidade de investimentos em programas federais, a taxação de grandes fortunas para o financiamento da Saúde, a prioridade ao Nordeste em programas de segurança pública e o reforço em programas emergenciais de convivência com a seca, como poços, carros-pipas e adutoras.

O governador do Estado, Camilo Santana (PT), disse ter ficado satisfeito com a reunião. Relacionada às prioridades apontadas por Dilma está a obra do Cinturão das Águas que interligará o abastecimento no Ceará a partir da transposição do São Francisco. No dia 8 de abril, os governadores nordestinos terão novo encontro em Natal. Em 15 de maio, eles se reunirão com as bancadas estaduais em Brasília.  

O encontro é um desdobramento da recriação do Fórum dos Governadores do Nordeste em dezembro do ano passado, encabeçado por Camilo. O governador do Ceará recebeu, recentemente, a incumbência do Palácio do Planalto de articular diálogo com os gestores do Nordeste para criar um plano estratégico de desenvolvimento da região.

Participaram do encontro de ontem os governadores Camilo Santana (Ceará), Rui Costa (Bahia), Flávio Dino (Maranhão), Wellington Dias (Piauí), Paulo Câmara (Pernambuco), Renan Filho (Alagoas), Robinson Faria (Rio Grande do Norte), Ricardo Coutinho (Paraíba) e Jackson Barreto (Sergipe).

Também estiveram presentes na reunião o vice-presidente da República Michel Temer (PMDB) os ministros da Casa Civil, Aloizio Mercadante, da Fazenda, Joaquim Levy, do Planejamento, Nelson Barbosa, da Previdência, Carlos Gabas, e da Secretaria de Relações Institucionais, Pepe Vargas.

Nenhum comentário:

Postar um comentário