domingo, 15 de março de 2015

Prefeito Aderilo e deputado Agenor Neto participam ao lado da juventude da maior caminhada em prol da faculdade de medicina para Iguatu

Professores, diretores de escolas, milhares de estudantes e representantes da sociedade civil, lideranças políticas e comunitárias, saíram em passeata pelas principais ruas do centro da cidade de Iguatu, na manhã desta sexta-feira (13).

A caminhada teve por objetivo sensibilizar o governo federal para agilizar a implantação dos cursos de medicina na cidade de Iguatu. A manifestação ocorre duas semanas após o ministro da Educação, Cid Gomes, informar a abertura de novos cursos de medicina nas cidades de Iguatu, Quixeramobim, Crateús, Itapipoca e Russas.

A concentração do evento aconteceu na Praça da Matriz, com discursos de professores, estudantes e várias autoridades, entre elas o prefeito de Iguatu, Aderilo Alcântara e o deputado estadual, Agenor Neto (PMDB).

O deputado estadual Agenor Neto disse que a notícia da implantação dos cursos de medicina no município de Iguatu trouxe alegria, mas também gerou um clima de intranquilidade diante dos últimos acontecimentos na economia do país, que culminou com o cancelamento de uma refinaria de petróleo no Ceará.

"O ministro fez um lançamento político dos cursos de medicina nos cinco municípios do Ceará, no entanto, eu fico a me perguntar: como teremos a certeza se essa faculdade de medicina será de fato implantada em Iguatu, uma vez que no MEC não existe nenhuma informação oficial a respeito do assunto? Estou aqui reivindicando os nossos direitos, e não para pedir favor a governo federal nenhum, mas exigir o fim de uma injustiça que aconteceu com o município de Iguatu e a região Centro Sul no final de 2013", disse o deputado Agenor Neto.

O parlamentar ainda informou que a sua luta não se restringe somente aos cursos de medicina para Iguatu, mas também à implantação de um campus da Universidade Federal do Cariri (UFCA) e a conclusão e inauguração da Cidade Universitária, que vai abrigar os cursos da Universidade Estadual do Ceará (Uece), Universidade Regional do Cariri (Urca) e Fatec. “Nossos estudantes estão cansados de esperar, afinal são quase cinco anos de uma obra que já deveria ter ficado pronta há muito tempo”, concluiu.

Para o prefeito Aderilo Alcântara, a vinda de uma faculdade de medicina para Iguatu trará muitos benefícios para a região Centro Sul, principalmente para a saúde. “Vamos fortalecer esse movimento. Da parte do poder público municipal, quero garantir o nosso esforço com a doação dos terrenos para a construção dos prédios das unidades de ensino. Em relação à faculdade de medicina, mesmo sendo particular, vamos dar o nosso apoio através do programa Bolsa Universidade, para que o filho do trabalhador possa se formar em medicina”, disse Aderilo Alcântara. Fonte: Facebook/Agenor Neto

Nenhum comentário:

Postar um comentário