domingo, 3 de maio de 2015

Merenda escolar: Governo do CE atrasa pagamento a agricultores

Dezenas de agricultores familiares do Interior do Ceará estão batendo à porta do Governo do Estado para cobrar o pagamento dos produtos fornecidos para a merenda escolar. Muitos agricultores enfrentam atrasos desde o mês de junho do ano passado, trabalham com dificuldades, mas, mesmo assim, continuam fornecendo os produtos na esperança de receber os valores dos meses anteriores.

O dinheiro destinado aos agricultores familiares é transferido pelo Governo Federal ao Governo do Estado por meio do PNAE (Programa Nacional de Alimentação Escolar). Os recursos são administrados pela Secretaria de Educação do Estado.

"A Secretaria de Educação alega que o dinheiro ainda não foi liberado pelo Governo Federal", disse ao site Ceará Agora, um agricultor familiar do Maciço do Baturité, que há meses não recebe o pagamento pelos produtos fornecidos para a merenda escolar. "É lamentável esse atraso e mais lamentável ainda é não ter nenhuma voz em defesa dos agricultores na Assembleia Legislativa e na Câmara Federal", disse o mesmo agricultor, ao registrar os problemas enfrentados por pequenos produtores agrícolas que tem compromissos com empréstimos e pagamento de insumos.

Um agricultor da Região dos Inhamuns, que pediu para não se identificar, disse, ao conversar com a produção site Ceará Agora, que vem atrasando compromissos – como prestação de empréstimos, porque o dinheiro da merenda escolar fornecida ao Governo do Estado representa uma das principais fontes de renda para honrar compromissos. Fonte: Ceará Agora

Nenhum comentário:

Postar um comentário