segunda-feira, 15 de junho de 2015

Bradesco volta a liderar lista de queixas em maio, divulga Banco Central

O Bradesco voltou a liderar, em maio, a lista das instituições com maior volume de queixas em relação ao tamanho de seu conglomerado. Entram no ranking formulado todos os meses pelo Banco Central os bancos com mais de 2 milhões de clientes. No rol do mês passado, o Bradesco, que apareceu no topo pela primeira vez desde que o BC alterou a metodologia em julho do ano passado, alegou que a primeira posição de abril era “circunstancial” e se devia à inclusão de “registros específicos” que estavam sendo ajustados.

De acordo com o BC, o total de pontos recebidos pelo Bradesco aumentou de 11,90 pontos em abril para 15,64 pontos no mês passado. A instituição, que conta com 75,7 milhões de clientes, recebeu 1.185 queixas consideradas procedentes pelo órgão fiscalizador ante 899 da edição anterior. Essa classificação por pontos é gerada com base em um índice que leva em conta instituições que receberam o maior volume de queixas de usuários de seu serviço em relação ao total de clientes. Todas são avaliadas pelo BC pelo seu conglomerado.

Na segunda posição agora está a Caixa, que figurava na terceira colocação em abril. A instituição oficial recebeu 9,63 pontos no mês passado ante 7,42 pontos de abril. O resultado é proveniente de 733 reclamações, de um total de 76 milhões de clientes. Já o HSBC, que colocou ativos à venda no Brasil, desceu para a terceira posição em maio – estava na segunda, em abril. O banco inglês, que conta com 10,1 milhões de clientes no Brasil, recebeu 89 críticas consideradas procedentes pela autarquia, o que perfez um total de 8,73 pontos em maio.

Na quarta posição, com 5,48 pontos (5,23 pontos em abril), segue o Santander. O banco espanhol tem uma base de 32,3 milhões de clientes – o total de críticas aos seus serviços em maio foi de 177, conforme o BC. Na quinta colocação também não houve alteração: encontra-se o Banco do Brasil, que possui 55,7 milhões de clientes e foi apontado por erros e omissões por 236 vezes no mês passado. Isso fez com que a instituição obtivesse 4 23 pontos em maio ante 4,67 pontos do mês anterior. Da sexta até a décima colocação estão as seguintes casas: Votorantim, Itaú, Banrisul, Mercantil do Brasil e Banco do Nordeste do Brasil. Fonte: Ceará Agora

Nenhum comentário:

Postar um comentário