domingo, 7 de junho de 2015

Cortes no Orçamento prejudicam projetos futuros do governo Dilma

Os projetos futuros do Governo Dilma Rousseff estão sob risco devido o corte de R$ 69,9 bilhões no Orçamento de 2015. Apesar do governo minimizar o problema, promessas de campanha da petista correm o risco nem sequer saírem do papel. Segundo reportagem publicada na edição deste sábado do jornal O Globo , os programas Mais Especialidades, Minha Casa Minha Vida 3 e Forças de Segurança Integradas estão distantes de se tornar uma realidade. O Banda Larga Para Todos é o único que ainda poderá ser lançado neste semestre.

Com relação ao programa Mais Especialidades, promessa de campanha da petista, o Ministério da Saúde chegou a criar um grupo de estudos. De lá para cá, foram priorizadas três áreas de atendimento: oftalmologia, ortopedia e cardiologia. E só. O governo ainda não tem estimativa de custo e está estudando a melhor forma de estruturar o programa. A ideia é que, no segundo semestre, a primeira etapa seja lançada.

Já o Minha Casa Minha Vida 3 anunciado no ano passado, com promessa de lançamento para o começo de 2015, ficará para final de julho ou início de agosto, assim, os efeitos orçamentários só ocorrerão em 2016. O programa perdeu R$ 6,9 bilhões.

Os Centros de Controle e Comando Integrados que funcionaram durante a Copa do Mundo em 12 estados, deverão ser concretizados somente em 2016. Dilma prometeu estender a ideia às demais 15 unidades da Federação. O edital deve ficar pronto em julho ou agosto.

O programa Banda Larga Para Todos, que busca levar internet a 95% dos brasileiros e melhorar a velocidade dos serviços, já está pronto para ser lançado, mas aguarda análise jurídica na Casa Civil.

O Planalto não aparenta preocupação quanto a demora ou o não cumprimento das promessas neste ano. A prioridade, é a aprovação das medidas de ajuste fiscal.

Nenhum comentário:

Postar um comentário