terça-feira, 28 de julho de 2015

Avanço inédito para tratamento de próstata é apresentado em Brasília

Hospital Santa Lucia
O Hospital Santa Lúcia, em Brasília, recebeu o urologista americano Gregg Eure, professor assistente da Eastern Virginia Medical School, para uma apresentação inédita de tratamento contra a Hiperplasia Prostática Benigna (HPB), considerada a doença mais comum da próstata e que atinge, atualmente, cerca de 15 milhões de brasileiros, segundo dados da Sociedade Brasileira de Urologia (SBU). O evento contou com a participação de médicos urologistas do Grupo Santa e demais profissionais da área de saúde da capital federal.

O especialista americano veio ao país para treinar médicos no uso da nova tecnologia que promete vaporizar próstatas com hiperplasia benigna, por meio de laser, em um procedimento minimamente invasivo e sem cortes. Trata-se da terceira geração do equipamento conhecido como Green Light® XPS, que permite que a cirurgia seja realizada em menos tempo, com mais precisão, e em próstatas acima de 100g ? até então, o limite de tamanho para cirurgia a laser.

A hiperplasia benigna provoca o aumento da glândula da próstata, comprimindo a bexiga e obstruindo parcial ou totalmente a uretra, prejudicando o fluxo normal da urina. É uma doença silenciosa que tem alto impacto na qualidade de vida, podendo provocar infecção urinária e até obstrução total da uretra. 

O urologista do Hospital Santa Lúcia, Frederico Messias, explica que o novo equipamento traz mais segurança e melhores resultados aos pacientes.

Nenhum comentário:

Postar um comentário