quarta-feira, 26 de agosto de 2015

Cota feminina pode diminuir mandatos de mulheres, diz deputada

Dra. Silvana (PMDB)
A deputada Dra. Silvana (PMDB) reprovou nesta quarta-feira, 26, aprovação em 1º turno no Senado de Proposta de Emenda à Constituição (PEC) que cria cotas para mulheres nas eleições para vereador, deputado estadual e federal. Segundo a deputada, ação poderia “diminuir a importância” de deputadas nas Casas Legislativas.

“O que queremos são mais mulheres que amem a política, não que nos diminuam alegando que não ganhamos no voto”, diz. “Eu luto para que as mulheres cheguem às casas legislativas pelo seu perfil e competência, não por uma cota que tende a diminuir a importância do seu mandato. Chegamos aqui por meio do voto livre e concorrendo em igualdade”.

Segundo o texto aprovado nesta terça-feira, pelo menos 10% das vagas devem ser reservadas para mulheres. Atualmente, mais de 50% da população do País é composta por mulheres. Apesar disso, o sexo feminino tem apenas 9% do total de deputados federais do Brasil. Na Assembleia do Ceará, apenas sete mulheres ocupam cadeiras contra 39 homens. 

Aprovada na terça por 65 votos a sete, a PEC que cria a cota precisa passar por mais um turno de votação no Senado. Caso aprovado, o texto segue para a Câmara Federal, onde passará por outros dois turnos de votação. Fonte: O Povo

Nenhum comentário:

Postar um comentário