terça-feira, 11 de agosto de 2015

Pesquisa mostra que 30% dos trabalhadores cearenses não têm carteira assinada

De acordo com estudo realizado pela Secretaria  do Trabalho e Desenvolvimento Social (STDS) e Instituto de Desenvolvimento do Trabalho (IDT) divulgado nesta terça-feira (11), em cada dez trabalhadores cearenses, três não têm carteira assinada.

As contratações ilegais foram mapeadas no ano de 2014. Os dados revelam que em 2014, cerca de 1,4 milhão de pessoas trabalharam sem carteira assinada nas regiões metropolitanas de Fortaleza, Recife, Salvador, São Paulo e Porto Alegre.

A pesquisa detecta também que o Ceará é o segundo estado, ao lado de Sergipe, com maior proporção de assalariados sem carteira de trabalho assinada, perdendo somente para a Paraíba que registra 21,1%.

O secretário Josbertini Clementino diz que a STDS tem consciência do problema que existe no estado.”Por isso estamos realizando uma ação específica que deve combater essa prática. O problema é danoso e é ruim para o trabalhador. Por isso, o governo faz ações importantes para que o trabalhador passe a ser protegido”, disse. Fonte: Ceará Agora

Nenhum comentário:

Postar um comentário