domingo, 23 de agosto de 2015

PMDB marca congresso partidário para o dia 15 de novembro

A cúpula nacional do PMDB aproveita a saída do vice-presidente Michel Temer da coordenação política do governo da presidente Dilma Rousseff e marca para o dia 15 de novembro, data da Proclamação da República, o congresso partidário que reunirá peemedebistas de todo o país.

Durante o evento, o PMDB atualizará o estatuto, aprovará um novo programa e formalizará sua decisão de lançar um candidato à Presidência em 2018, quebrando um jejum de eleições presidenciais que já dura 21 anos. A estimativa é que cerca de 4 mil filiados se reúnam nesse dia. 

Na Câmara, um grupo de dissidentes do PMDB já discute a hipótese de se juntar à oposição num movimento suprapartidário pelo afastamento de Dilma da Presidência da República. Algo que guindaria o vice Michel Temer à poltrona de presidente. Mas os organizadores do Congresso evitam vincular o encontro à agenda dos defensores do impeachment.

Nenhum comentário:

Postar um comentário