quarta-feira, 30 de setembro de 2015

Ceará foi o 4º estado que menos investiu em segurança em 2014

O Ceará foi o quarto estado do País que menos investiu em segurança no ano passado, segundo a  9ª edição do Anuário Brasileiro de Segurança Pública, divulgado nesta quarta-feira (30). Ao todo, foram aplicados R$ 192,19 milhões na área em 2014. O mesmo levantamento também revelou que Fortaleza lidera o ranking das capitais brasileiras com o maior número de assassinatos em 2014, tanto proporcionalmente quanto em números absolutos. 

À frente no ranking dos que alocam menos recursos para a área estão Piauí (R$ 80,07 mi), Amapá (R$ 18,48 mi) e Maranhão (R$ 159,24 mi). Os quatro estados ocupam a mesma colocação nos investimentos de 2013. Contudo, de um ano para outro, o valor repassado para a pasta de segurança pública do Ceará aumentou 15,6%. No período anterior foram R$ 166,24 milhões. O anuário é publicado pela Organização Não-Governamental (ONG) Fórum Brasileiro de Segurança Pública.

O aumento de investimentos no Estado entre 2013 e 2014 foi semelhante ao da média nacional, que cresceu 16,6%. Somando-se os investimentos dos estados e da União, foram gastos R$ 71,2 bilhões em 2014, contra R$ 61,1 em 2013. 

A lista dos que mais aplicaram recursos em segurança é encabeçada pelo Acre (R$ 568,88mi), seguido por Rondônia (R$ 532,62 mi) e Roraima (R$ 491,55 mi), todos os três na região Norte. Na sequência, estão Minas Gerais (R$ 486,02 mi) e Rio de Janeiro (R$ 468,85 mi).

Nenhum comentário:

Postar um comentário