quarta-feira, 30 de setembro de 2015

Controladoria Geral de Disciplina investiga 1.674 policiais em 18 meses

Em 18 meses, a Controladoria Geral de Disciplina (CGD) registrou 1.674 policiais investigados. A Polícia Militar, com 1.460 servidores investigados entre 2014 e julho de 2015, é responsável por 87% das averiguações feitas pela CGD. As demais corporações - Bombeiros, Polícia Civil, Sistema Penitenciário e Perícia Forense - têm juntas 214 agentes de segurança sob investigação. Os dados foram divulgados na tarde desta quarta-feira, 30, pelo órgão.

Do início de 2015 até julho, foram 384 processos de apuração contra policias foram abertos - uma média de 64 agentes de segurança investigados a cada mês. Em 2014, dos 1.290 servidores investigados, 48 foram demitidos. Os motivos mais comuns de demissão e expulsão foram os crimes de homicídio, lesão corporal e roubo.

O órgão divide os processo investigativos em procedimento policial na Delegacia de Assuntos Internos (DAI), com 219 investigados, e desvios de conduta (transgressão disciplinar), com 1455 investigações.

Nenhum comentário:

Postar um comentário