terça-feira, 22 de setembro de 2015

Dilma cogita entregar Ministério da Saúde ao PMDB

Segundo informações do jornal 'Folha de S. Paulo', a presidente Dilma Rousseff estaria cogitando ceder o Ministério da Saúde ao PMDB para ampliar a influência do partido aliado com a reforma ministerial. Em reunião nesta segunda, a cúpula peemedebista se negou a indicar nomes para formar a nova equipe do governo.

A recusa teria assustado o Planalto, que estaria em processo de discussão sobre a ampliação do espaço do PMDB para evitar um rompimento do partido com a base aliada. A estratégia seria oferecer um ministério de peso na área social. Atualmente, o PMDB está no comando do ministério de Minas e Energia, Turismo, Agricultura, Pesca, Portos e Aeroportos.

No momento, a pasta de saúde está sob o comando do petista Arthur Chioro. Ainda de acordo com a Folha, a presidente teria dito que deseja anunciar a reforma administrativa do governo ainda esta semana. Apesar disso, o conselho dos assessores seria para que Dilma só realizasse o processo na semana seguinte.

O ministério dos Portos deve ser fundido com o da Aviação Civil, e o da Pesca deve se unir ao da Agricultura, ambos sob responsabilidade dos peemedebistas. O de Direitos Humanos, Igualdade Racial e Mulheres também deverão sofrer uma fusão. 

O Gabinete de Segurança Institucional, a Secretaria de Assuntos Estratégicos e a Relações Institucionais também perderão o título de ministério com a reforma. Além disso, o Ministério da Micro e Pequena Empresa será extinto. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário