segunda-feira, 14 de setembro de 2015

Governo anuncia cortes de R$ 26 bilhões no orçamento

O programa Minha Casa, Minha Vida, a área de Saúde, reajuste do funcionalismo público e realização de concursos foram as áreas afetadas com os cortes de R$ 26 bilhões de despesas obrigatórias no Orçamento da União para o próximo ano. O anuncio foi feito agora a tarde pelos ministros Nelson Barbosa (Planejamento) e Joaquim Levy (Fazenda), em entrevista coletiva.

O programa Minha Casa Minha Vida será afetado com redução de R$ 4,8 bilhões de cortes das despesas discricionárias do Governo, mas a continuidade do programa será garantida, segundo os ministros, por recursos do FGTS.  Outros R$ 3,8 bilhões do mesmo programa, serão garantidos pelas emendas dos parlamentares.

O cumprimento do gasto constitucional da Saúde, também deixará de ser despesa obrigatória do governo e passará a ser custeada por emendas parlamentares; “serão incorporadas emendas parlamentares no valor previsto pelo governo, de R$ 3,8 bilhões para a área”, disse

Os servidores públicos serão afetados diretamente com o adiamento do aumento salarial, o que dará uma economia ao governo de R$ 7 bilhões. Outras áreas afetadas foram: não realização de concursos públicos, que trará uma economia de R$ 1,5 bilhão;  Eliminação do abono de permanência, R$ 1,2 bilhão; Garantia de implementação do teto de remuneração do serviço público R$ 800 milhões; Redução do gasto com custeio administrativo, R$ 2 bilhões; Revisão do custo com subvenção agrícola, R$ 1,1 bilhão.

Nenhum comentário:

Postar um comentário