segunda-feira, 14 de setembro de 2015

Governo anuncia retorno da CPMF com alíquota de 0,2%

Os ministros Joaquim Levy e Nelson Barbosa anunciaram a volta da Contribuição Provisória sobre Movimentação Financeira (CPMF) para custear as despesas da previdência por um prazo de quatro anos. A alíquota será de 0,2%.  Com a medida o governo quer arrecadar R$ 32 bilhões. A proposta ainda terá que ser aprovada pelo Congresso. e já conta com a oposição da maioria dos congressistas e do empresariado do País.

O Governo quer aumentar progressivamente o tributos pelo ganho de capital, querendo arrecadar R$1,8 bilhão. O governo quer economizar R$ 200 milhões com diárias, passagem e auxílio moradia, entre outros, além de R$ 1,2 bilhão com aluguel, manutenção e segurança de veículos.

O Governo fez como alguns políticos aconselharam, cortou da própria carne para tentar ganhar apoio para o aumento dos tributos, agora a bola foi jogada para os parlamentares.

Nenhum comentário:

Postar um comentário