quarta-feira, 30 de setembro de 2015

Incêndio destrói mata nativa em Barbalha

Fogo na mata nativa (Foto: Elizangela Santos)
Mais de cem hectares de mata nativa, o equivalente a cem campos oficiais de futebol, foram destruídos por um incêndio criminoso na Floresta Nacional do Araripe (Flona), na localidade de Siriqueira, Barbalha. O fogo tomou proporções gigantescas por volta do meio-dia de ontem, quando os brigadistas achavam que já estava controlado. Somente no início da tarde eles conseguiram debelar as chamas. Desde o último domingo, foram detectados dois focos de incêndio na área, mas este é o maior já registrado neste ano.

O fogo surgiu em dois pontos, estando distante cerca de 800 metros. Mas ontem, os dois locais acabaram se tornando um, pelo avanço das chamas. A baixa umidade do ar, a mata totalmente desidratada, além dos fortes ventos tem dificultado o trabalho dos profissionais e aumentado a preocupação dos agentes.

Segundo o coordenador da área temática de Prevenção e Combate a Incêndio, Vicente Moreira, neste mês, houve aumento dos focos, com o combate de cinco incêndios. Ele constata que quase 100% dos incêndios são causados pela ação do homem. "Este, por exemplo, foi alguém que ateou fogo", disse. A área é observada por uma torre de monitoramento.

Nenhum comentário:

Postar um comentário