sexta-feira, 30 de outubro de 2015

Agenor Neto cobra do Estado renovação de convênio para construção do Centro de Eventos de Iguatu

Deputado Agenor Neto
O deputado Agenor Neto (PMDB) usou a tribuna da Assembleia Legislativa, na sessão plenária desta terça-feira (27), para se posicionar a favor da mensagem nº 7.895, que autoriza o Governo do Estado a contratar financiamento de mais de R$ 700 milhões junto ao Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES). A proposta busca ampliar o prazo de utilização dos recursos tomados junto ao órgão.

O deputado ressaltou que, da mesma forma, espera que o Governo do Estado aprove um pedido de renovação do prazo de um convênio realizado com a Prefeitura de Iguatu para a construção do Centro de Convenções do município, que segundo ele está vencido desde o final do ano passado. “Vim aqui só para mostrar meu posicionamento favorável à renovação que o Governo quer, mas vim lembrar também do meu pedido de renovação de prazo de um convênio – um pedido cuja argumentação financeira não cabe, já que tratamos exclusivamente de prazos”, ressaltou.

O parlamentar lembrou que a questão vem sendo tratada desde o início do mandato do governador Camilo Santana, e, no entanto, até agora não houve nenhum posicionamento por parte do Governo do Estado. "Nós só queremos uma renovação de prazo para concluir a construção do nosso Centro de Eventos, e infelizmente o nosso pedido está sendo ignorado pelo governo. Eu só posso pensar que essa atitude tem caráter politiqueiro, já que o deputado Agenor Neto faz parte da bancada de oposição e está sendo coerente com o mandato", pontuou.

O deputado também comentou a escolha de Iguatu para sediar o segundo encontro do G20, grupo formado pelas 20 maiores economias do semiárido nordestino, que deverá ocorrer em março de 2016. O gestor lembrou que antes do evento se reuniu com o presidente do Banco do Nordeste para solicitar o apoio da instituição financeira no apoio à qualificação dos gestores que compõe a região do semiárido. "Essa qualificação vai contribuir para que os gestores dessas regiões possam melhor administrar seus municípios", disse.

Nenhum comentário:

Postar um comentário