sexta-feira, 23 de outubro de 2015

Dólar tem sessão volátil e cai sobre o real, de olho em China e fiscal

O dólar teve uma sessão volátil e fechou em queda nesta sexta-feira (23), abaixo de R$ 3,90 depois de trocar diversas vezes de sinal, reagindo à preocupação dos investidores com a situação fiscal do Brasil e ao corte de juros na China. O dólar recuou 0,43%, a R$ 3,8906 na venda, após atingir R$ 3,8664 na mínima da sessão e R$ 3,9319 na máxima. Na semana, a moeda norte-americana acumulou alta de 0,44%. 

"O mercado tem muita volatilidade hoje", disse o operador da corretora Spinelli José Carlos Amado. "A cautela com anúncio do déficit fiscal fez o mercado se defender". O governo deve enviar previsão de déficit primário de R$ 70 bilhões em 2015 ao Congresso, afirmou uma fonte na véspera. O anúncio do rombo, esperado para acontecer nesta sexta-feira, foi adiado para a próxima semana.

Investidores temem que a deterioração das contas públicas possam levar o Brasil a perder seu selo de bom pagador com outras agências além da Standard & Poor's, o que afastaria ainda mais capitais do País em um momento de intensa incerteza política. "Cada dia é uma surpresa diferente sobre o fiscal. É difícil operar assim", resumiu o operador de uma corretora nacional.

Nenhum comentário:

Postar um comentário