segunda-feira, 9 de novembro de 2015

Caminhoneiros fecham trecho da BR-222 em Tianguá

Caminhoneiros fecham BR-222
Sem o apoio de sindicatos e da associação nacional, os caminhoneiros no Ceará iniciaram greve na tarde desta segunda-feira, 09, interditando um trecho da BR-222, no km 318, no município de Tianguá

A Polícia Rodoviária Federal informou que apenas veículos de passeio, e de prestação de serviços de utilidade pública e de emergência, como ambulâncias e viaturas policiais, são autorizados a passar pela barreira levantada pelos caminhoneiros. Não há uma estimativa exata de quantos caminhões estão parados no acostamento da BR, ou até quando a interdição seguirá.

O presidente do Sindicato dos Trabalhadores em Empresas de Transportes de Mudanças, Bens e Cargas do Estado do Ceará (Sindicam-CE), José Tavares, afirmou não saber se outros trechos serão interditados no Ceará, já que o sindicato não apoia a greve. “É uma paralisação muito mais política do que reivindicatória. Só quem está aderindo são os caminhoneiros autônomos. O Sindicam repudia atitudes assim”, ressalta.

A Associação Brasileira dos Caminhoneiros (Abcam) também garantiu que não reconhece legitimidade da greve. Em nota salientou ser contra a paralisação por não representar os anseios da categoria e por servir apenas a “interesses escusos e alheios”. Na manhã desta segunda-feira, um grupo intitulado “Comando Nacional do Transporte”, organizou paralisações em vários estados brasileiros.

Nenhum comentário:

Postar um comentário