domingo, 22 de novembro de 2015

Educação Inclusiva: uma realidade da rede municipal de Iguatu

A partir de Janeiro de 2012 a Escola de Ensino Fundamental Marta Maria Sobreira, situada na Vila Alencar, equipamento da rede pública municipal de ensino de Iguatu, organizou um novo espaço na escola a Sala de Recurso Multifuncional destinado aos alunos com deficiência. Nesse período ofertava o Atendimento Educacional Especializado - AEE a toda região do Alencar, por ser a única escola contemplada com a referida sala.

Atualmente a sua clientela do AEE está direcionada somente para os alunos da CEI Crianças Feliz e da própria escola. O AEE Itinerante domiciliar vem se fortalecendo a cada ano, construindo elo de sustentabilidade com as famílias, consolidando assim o processo de inclusão.

A Administração do Prefeito Aderilo Alcântara assume o compromisso de promover o AEE Itinerante domiciliar a crianças, jovens e adultos que apresentam dificuldades de acompanhamento das atividades curriculares por condições e limitações específicas de saúde, nas quais os alunos estejam impossibilitados de frequentar temporária ou permanentemente a escola com o objetivo de garantir o direito constitucional à educação de qualidade para todos, mediante uma política de educação inclusiva.

O Relevante trabalho da Professora do AEE Marlete Araújo, que atua nesta sala, vem fazendo toda diferença, com seu jeito singular e de forma colaborativa com o professor da sala comum, juntos desenvolvem estratégias pedagógicas que favoreçam o acesso ao aluno com deficiência ao currículo e a sua interação no grupo, entre outras ações para promover a inclusão.

A Escola conta também com os Bolsistas da Inclusão, este projeto é um suporte de grande relevância para o processo da educação inclusiva da rede municipal. Pois toda sala com matricula de aluno com deficiência ou com os diversos transtornos que apresente limitações, é garantida a presença de um jovem bolsista universitário que atua em parceria com professor da sala, garantindo, dessa forma, o acesso ao conhecimento e a sua permanência.

O NAPE Itinerante é mais um suporte da educação inclusiva que a escola abraçou. Pois contar com equipe multidisciplinar dentro da escola é privilégio exclusivo das escolas municipais, essa equipe é composta por assistente social, fonoaudiólogo, psicopedagogo, psicólogo e terapeuta ocupacional, trabalho pioneiro na região Centro Sul que atua junto com a escola e família na realização de um trabalho consistente e sólido. A equipe do NAPE possibilita a aprendizagem dos alunos, dentro dos limites e possibilidades permitidas pela realidade biopsicossocial de cada sujeito.

“Vale salientar que as diferenças se fazem iguais quando os nossos alunos com deficiência são colocadas nas salas de aula comuns e são bem acolhidos, pois nos agregam valores morais e de respeito ao próximo, com todos tendo os mesmos direitos e recebendo as mesmas oportunidades diante da vida escolar”, ressaltou a Secretária da Educação Diana Mendonça. Texto: Nilça Teixeira - coordenadora do NAPE

Nenhum comentário:

Postar um comentário