quarta-feira, 18 de novembro de 2015

Vítima é assassinada por reconhecer ladrão durante assalto

Um jovem de 20 anos foi morto durante um assalto em Caucaia, no início da tarde desta quarta-feira, 18, próximo à rodovia federal BR-020. De acordo com informações da Polícia Militar (PM), o suspeito teria assassinado o rapaz à bala, por ter sido reconhecido pela vítima. Francisco Alan dos Santos morava no mesmo bairro do suposto autor do latrocínio.

Alan estava voltando do trabalho, quando foi abordado pelo suspeito na rua Ouro Preto, no bairro Tabapuazinho, nas proximidades da BR-020. Na ação, o assaltante pediu o celular do jovem. A PM acredita que a vítima não reagiu ao assalto, mas acabou morta por ter reconhecido o criminoso.

A vítima sofreu um tiro no peito que transfixou a região e saiu pelas costas. Após o crime, o suspeito fugiu levando o celular do jovem. Francisco Alan foi socorrido, mas morreu a caminho do hospital.

Prisão do suspeito

A Polícia recebeu várias ligações via Coordenadoria Integrada de Operações de Segurança (Ciops), denunciando o suspeito do crime e o endereço dele. Com as informações, os policiais se dirigiram até um imóvel localizado na rua Ouro Preto (mesma via onde ocorreu o latrocínio), no bairro Vila Nova, e prenderam um rapaz de 18 anos. A rua Ouro Preto possui trechos que passam nos bairros Vila Nova e Tabapuazinho.

Segundo as denúncias ao Ciops, o suspeito tinha o costume de praticar roubos de celulares na região e vender em uma feira. O suspeito negou a Polícia qualquer envolvimento no latrocínio e disse que estava na feira, no momento em que ocorreu o crime, vendendo celular.

O jovem de 18 anos foi levado para a Delegacia Metropolitana de Caucaia. A ocorrência ainda está em andamento. A Polícia não encontrou a arma usada no latrocínio, nem o celular roubado. A prisão foi efetuada por equipes d Serviço Reservado, da Força Tática de Apoio (FTA), do Ronda do Quarteirão e do Policiamento Ostensivo Geral (POG) de Caucaia.

Nenhum comentário:

Postar um comentário